Tratamentos

Clinica Geral

Também conhecida como Medicina Interna, é a área médica que abrange toda a parte clínica da medicina, ou seja, sem cirurgia, fazendo os primeiros atendimentos na identificação do quadro clínico, realizando diagnóstico, promovendo tratamento ou encaminhando para as demais especialidades, acompanhando o paciente em todo o curso de seu tratamento.

 

Acupuntura Médica

Por meio de pontos específicos, o seu corpo pode ser estimulado a produzir sua própria cura, regular hormônios e produzir endorfinas que aliviam o quadro de dores crônicas e promovem relaxamento, melhorando a qualidade do sono e, conseqüentemente, gerando bem estar.

 

Aconselhamento nutricional

Através de observações realizadas em conjunto com o paciente, é possível identificar erros alimentares que causam ou sustentam uma patologia. Essa orientação é fundamental para o estabelecimento da saúde em médio e longo prazo, promovendo o que Hipócrates (pai da medicina) já dizia em 400 anos a.C. “ Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”.

 

Medicina Esportiva.
Muitas vezes, por causa do alto rendimento de alguns atletas, os treinos pesados acabam causando lesão. Muitas dessas lesões são doloridas, e, mesmo com o devido tratamento ortopédico, as dores atrapalham o desempenho esportivo.
O uso de recursos como ventosas, acupuntura, moxaterapía, aceleram o processo de alívio das dores através de estímulos endócrinos e de neurotransmissores além do relaxamento da musculatura tensa, reabilitando em menos tempo o atleta para o esporte.
Ventosa (cupping) – Moxa – Auriculopuntura

Da mesma forma que a acupuntura usa agulhas para estimular os pontos, outros meios podem ser usados para efeitos estimulantes ou sedativos para o tratamento. É o que acontece com o uso de ventosas (cupping), que se utiliza sucção dos pontos para aumentar a circulação em regiões específicas do corpo. A moxa, que é uma brasa, usa o calor para estimular os pontos. Outra forma usada é a utilização de sementes, mais comum nos pontos auriculares.

 

A ciência por de trás das agulhas e das ervas.

A acupuntura é usada para aliviar dores e sintomas de uma extensa gama de doenças. As substâncias que atuam como analgésico (endorfina), anti-inflamatório (cortisol), antidepressivo (noradrenalina e serotonina), ansiolítico e cicatrizante, além de outros efeitos, são liberadas a partir de estímulos nervosos enviados ao cérebro causados pela aplicação das agulhas. A introdução das agulhas, não necessariamente no ponto onde se localiza a dor ou o sintoma, produz um estímulo ao qual o corpo reage com a produção dessas substâncias. 

Os cuidados com as ervas

Todo medicamento, inclusive os fitoterápicos, deve ser usado segundo orientação médica. É claro que dificilmente chega-se a uma overdose de chás. Mas há ainda muitas plantas cujos efeitos não são bem conhecidos e seu uso indiscriminado pode prejudicar a saúde. Por outro lado, vários estudos científicos comprovam que a fitoterapia pode oferecer soluções eficazes e mais baratas para diversas doenças.

Análise de Exames

A Medicina Tradicional Chinesa descobriu muitas maneiras de tratar mesmo sem recursos tecnológicos, porém a medicina moderna trouxe conhecimentos que há milhares de anos não se conheciam, por isso ambas adicionam elementos chaves no diagnóstico e na condução do tratamento da saúde. Saiba Mais.

© 2016 por Rossana Ceres - Todos os direitos reservados

  • b-facebook
  • Instagram - Black Circle
  • b-googleplus